Suche
Generic filters
Nur genaue Treffer
Suche im Titel
Suche im Inhalt
Suche in Zusammenfassung
Rações para Cachorros im Test auf ExpertenTesten.de
5 Produtos testados
22 Horas investidas
5 Estudos avaliados
5543 Leia as resenhas

🥇 Melhores Rações para Cachorros 2021 - Comparativos, Reviews e mais

O seu melhor amigo merece a melhor alimentação que existe. É por isso que se torna uma tarefa tão complicada escolher a ração ideal com tantas possibilidades no mercado, especialmente sem ter como saber qual realmente cumpre com o prometido. Pensando nisso, nossos especialistas se uniram aos seus cãezinhos de estimação e decidiram de uma vez por todas quais são as melhores rações para cães à venda. Foram vários dias de testes entre as marcas mais famosas, comparativos por portes, faixa etária e até mesmo raça, até que os experts formaram uma opinião sobre o assunto. Foram muitos dias de pesquisa, experimentos e estudos. Veja o resultado dos testes comparativos e saiba como escolher e como comprar a melhor ração para o seu cãozinho.

Maria Luiza
Maria Luiza Veiga

Maria Luiza é uma jornalista olindense que adora testar; produtos de saúde e beleza, de vida saudável e receitas de drinks são algumas das especialidades. Aos finais de semana, os alvos são os restaurantes no aplicativo de delivery. Já trabalhou para grandes veículos de imprensa em Pernambuco, tendo como uma de suas experiências favoritas escrever sobre gastronomia e beleza para uma coluna social. A pernambucana possui formação adicional em coquetelaria, estuda francês e se dedica a experimentar, avaliar e classificar marcas e produtos como parte do time Experts Testam.

Mais sobre Maria Luiza

Ração para Cachorro Lista com os melhores 2021

Ração para Cachorro Test

Última atualização em:

Filter aktivieren > Ähnliche Vergleiche anzeigen
Recomendação

O que é a ração para cachorro?

Ração ideal para cachorro

Ração ideal para cachorro

 

A ração é uma preparação a base de proteínas de origem animal, vegetal, cereais e outras matérias-primas, indicada como o principal alimento para os cães pela maioria dos veterinários. Costuma ter o formato arredondado e a cor marrom, com outras variações por adição de corante, e aroma artificial de alguma proteína animal como carne de boi, frango, suíno, caprino ou peixe.

A ração faz parte da alimentação diária dos cães e geralmente não apresenta quaisquer riscos para a saúde do animal, sendo a melhor opção para uma dieta prática, saborosa e cheia de vitaminas e nutrientes criada especialmente para o seu melhor amigo de quatro patas e suas necessidades.

Como a ração age no organismo do cão?

 

Como todo alimento, a ração é o combustível do dia para o cachorro. É ela quem garante o bom funcionamento do corpo, dá energia e ânimo para o cão. Para o animal, a melhor hora do dia é a hora de se alimentar. Assim, a ração também é a responsável por momentos de alegria do seu canino. Para animais com problemas de saúde, existem rações específicas que possuem ações preventivas ante o problema ou de tratamento, tornando ainda mais vital o consumo deste produto na vida dos animais.

Vantagens

 

São várias as vantagens da ração na vida do cãozinho. Na rotina do seu dono, a maior delas é a praticidade. Basta completar a tigela do animal com a ração que ele ficará satisfeito. Alguns donos optam por preparar alimentos caseiros, que muitas vezes dão muito trabalho no preparo, armazenamento, e não contém as vitaminas e nutrientes que a ração possui, uma vez que ela é preparada especificamente para as necessidades do cachorro.

Os grãos de ração também podem ser usados na educação do cão: é só separar alguns como petisco na hora de ensiná-lo algum truque. Para os cães, algumas das vantagens estão em rações específicas, como as opções para ajudar a perder peso, engordar, tratamento para problemas renais, de pele e de coração também.

 

Quais os tipos de ração para cachorro disponíveis no mercado?

 

Existem quatro classificações de ração para cachorro à venda no mercado brasileiro: a Econômica, a Standard, a Premium e a Super Premium. Nossos especialistas optaram por não avaliar rações do tipo Econômica, não pelo seu preço – são consideravelmente mais baratas que as demais – mas por seu valor nutricional geralmente ser muito baixo. A Standard é uma ração padrão.

Ração Pedigree

Ração Pedigree

Ela possui um custo mais baixo e menos nutrientes, já que é composta de muitos carboidratos, geralmente subprodutos de cereais como soja e milho. A proteína utilizada também é de menor qualidade, tendo um aproveitamento de cerca de 75% por parte do organismo do animal.

Já a opção de ração Premium conta com a junção das proteínas vegetal e animal em sua composição, com o valor nutricional superior ao da standard. Elas são as mais consumidas quanto o assunto é custo-benefício. Se o dono não pode arcar com o valor de uma ração Super Premium, a Premium é a melhor opção; A absorção das proteínas presentes nessa ração é de aproximadamente 87%.

Por fim, as Super Premium, que são melhores equilibradas quanto à quantidade e tipos de ingredientes em sua fórmula: proteínas de origem animal predominam (quando não são exclusivas na formulação), bem como legumes, frutas, cereais, dentre outros, costumam ser de excelente procedência também. A absorção pelo organismo do animal da proteína pode chegar a até 92%, tendo o melhor resultado ante as demais. Geralmente, possuem mais conservantes naturais, mas mesmo na categoria super premium é necessário ler com atenção a composição na embalagem.

Além das classificações, também são comuns no mercado as variações por faixa etária do animal – desde rações para filhotes até opções para idosos; específicas para cachorros com problemas de saúde – diabetes, hipertensão, problemas de pele, hepáticos, urinários e outros; por porte – pequeno até gigante; e algumas até mesmo por raças.

As maiores vantagens da ração para cachorro:

 

  • Opção prática para alimentação do animal;
  • Contém vitaminas e nutrientes necessários para o cão;
  • Variedade de sabores;
  • Garante o bom funcionamento do organismo;
  • Serve como petisco na educação do cão;
  • Pode prevenir doenças de raças específicas;
  • Auxilia no tratamento de problemas de saúde, com remédios;
  • Tem para todos os portes e faixas etárias;
  • Traz alegria e ânimo ao cãozinho.

 

O maior guia de compras sobre ração para cachorro

Escolha da melhor raçã para cachorro

Escolha da melhor raçã para cachorro

 

Para começar, estes são os cinco principais pontos negativos que encontramos após a avaliação das rações para cachorro testadas:

Opções Standard e Premium: custo x benefício

 

O preço de uma ração nunca deve ser o principal ponto para determinar a compra. A ração Standard é, sim, mais barata que as opções premium e super premium, sendo adquirida muitas vezes por seu preço. Porém, nossos especialistas comprovaram um ponto bastante importante durante os testes comparativos realizados: sendo mais barata, seu valor nutricional é mais baixo, então o cão acaba comendo mais, logo, a ração acaba mais rápido.

Por outro lado, opções Premium e Super Premium mesmo mais caras trazem uma maior sensação de saciedade, então, rendem mais que a Standard. Ou seja, muitas vezes o dono compra a ração mais barata, mas precisa ficar repondo com mais frequência, gastando mais dinheiro em menos tempo do que se comprasse uma opção melhor. É importante ter atenção na digestibilidade de ração, pois esta é completamente relacionada ao custo x benefício de um pacote.

A embalagem nem sempre diz a verdade – observe a ordem dos ingredientes!

Ração Golden

Ração Golden

 

É comum encontrar escrito bem na frente da embalagem o tipo de proteína que está dentro do produto: boi, frango ou peixe, até mesmo com fotos e destaque para este dado. Contudo, é preciso olhar na descrição dos ingredientes em qual a ordem que a proteína aparece. Os experts afirmam que essa inspeção é vital porque o primeiro ingrediente da lista costuma ser o ingrediente encontrado em maior quantidade dentro da ração.

Ou seja, se for a proteína, isso é um ótimo sinal de que ela é rica em proteína e está em conformidade com as melhores rações do mercado. Por outro lado, pode ser também algum subproduto da proteína como farinha de ossos e vísceras, que já demonstra uma queda na qualidade. Mais importante,no entanto, é ela ser bem equilibrada de proteínas, carboidratos e gorduras, contendo insumos de cada, mas sempre com mais foco na proteína de origem animal.

Não compre ração a granel

 

A ração a granel é uma opção mais barata. Os vendedores pegam um produto tamanho extra grande, abrem o saco e vendem o quilo mais barato do que se fosse uma ração fechada em tamanho menor. Os consumidores costumam ver vantagens neste tipo de compra, mas nem sempre estão cientes dos perigos à saúde animal pela falta de controle sobre o produto: a ração fica exposta e sujeita a corpos estranhos, como fungos e bactérias, ou pior, ao contato de ratos e baratas. Ratos podem transmitir doenças como leptospirose para os cães.

Além disso, como a embalagem original foi violada, não é possível saber se está comprando “gato por lebre”; não há garantia de que é a mesma ração que diz na embalagem, se o produto está dentro da validade ou com a mesma qualidade que teria caso estivesse em uma embalagem lacrada.

O pelo do seu cão diz muito sobre a qualidade do alimento

 

São vários os fatores físicos que podem ser notados quando um cão não está consumindo uma ração de qualidade. A pelagem do animal é um deles. Após a coleta de amostras antes e depois dos testes, foi possível perceber que, após consumirem rações de qualidade inferior, os pelos dos cães começaram a ficar secos, quebradiços e até caindo muito.

Prestar atenção a estas mudanças no pelo deve ser um sinal de alerta quanto à qualidade dos ingredientes dentro da ração. A pelagem bonita e brilhante é um ótimo indicador de que os nutrientes foram absorvidos.

Para saber se a ração está sendo bem absorvida, tenha atenção com as fezes

 

Analisar as fezes não parece uma tarefa muito divertida para nenhum dono, mas pode ser de extrema importância após a troca de ração. Além dos aspectos visuais como mudança de textura e cor, existe um outro ponto que costuma ser negligenciado por falta de conhecimento: a frequência que o cão defeca. Se ao trocar de ração você perceber que seu cão está defecando mais vezes ou em maior quantidade do que antes, isso não necessariamente significa que ele gostou bastante da nova ração e está comendo mais do que a anterior.

Pode significar que seu organismo não está absorvendo o alimento como deveria, tanto que grande parte dele está sendo expulso nas fezes. A avaliação feita pelos experts durantes os testes revelou que este é um fator muito presente.

 

Como os consumidores podem testar a ração para cachorro antes da compra?

Melhor ração para cachorro

Melhor ração para cachorro

 

Não há garantias de que seu cão vai amar a ração, seja ela Standard, Premium ou Super Premium; feita de frango, carne de boi ou peixe; natural ou industrializada. Por isso, uma opção para saber se ele vai gostar mesmo ou não antes de comprar uma grande embalagem é optar por versões menores do produto, como embalagens de 2 ou 1 quilo.

Resista a vontade de comprar várias opções de ração a granel, pois é uma escolha bastante perigosa para a saúde do seu animal. Além disso, todo cão precisa de um tempo de adaptação para a ração, então, a quantidade mínima a ser dada antes de trocar de opção deve ser de 1 quilo. Algumas marcas também possuem a opção de você solicitar amostras grátis para o seu cão, mas são poucas.

 

Quais são os 5 pontos de atenção que os consumidores precisam saber quando vão comprar a ração para cachorros?

Escolha pela raça do seu cãozinho

 

Pode parecer besteira, mas não é. A raça é um fator bastante relevante na hora de escolher a melhor ração para o seu pet. Isso porque a nutrição adequada pode ajudar a tratar ou até mesmo como prevenção para problemas de saúde que são comuns em raças puras. Um exemplo disso é o Pastor Alemão, que possui predisposição a sofrer de problemas nas articulações, então uma ração própria para a raça contém ativos que ajudam a prevenir esse problema.

Em se tratando de raças pequenas, o Shih-Tzu é uma das que mais sofrem com problemas de pele. Logo, rações com níveis mais altos de ômegas 3 e 6 podem ser as melhores opções. Um outro ponto é que as rações específicas para cada raça são, na grande maioria das vezes, rações super premium, cuja qualidade já é altíssima.

A idade do seu melhor amigo faz toda a diferença

 

Todo mundo sabe que um filhotinho precisa de muita energia, afinal eles são bolinhas de pelos bem ativas por onde passam, enquanto cães idosos já são mais calmos. Em cada fase de sua existência, o cachorro necessita consumir rações diferentes, pois cada uma traz o que de fato é importante para aquela faixa etária.

Filhotes demandam rações hipercalóricas e ricas em proteínas pois estão em fase de crescimento, além de ser a fase de formação de dentes e músculos. Já no caso dos cães idosos, o foco é em rações suplementadas de vitaminas e minerais e também com textura diferente para mastigação do grão, pois a dentição também muda. Por isso, a faixa etária do cachorro é um ponto de extrema relevância na hora de escolher a ração.

O porte do cachorro deve ser levado em conta

Ração Royal Canin

Ração Royal Canin

 

Todos os cães têm necessidades diferentes de alimentação. Um cão de grande porte e um cão de pequeno porte possuem funções orgânicas diferentes, que os levam a precisar de níveis de proteínas, vitaminas e minerais diferentes. O grão da ração é apropriado para o tamanho do cão, ou seja, uma ração para raças pequenas costuma ser pequena; logo, ao ser consumida por um cão grande, ele pode acabar engolindo sem mastigar.

O problema se estende também caso o cenário seja o contrário: um cão de raça pequena pode não conseguir mastigar corretamente um grão maior, se engasgando ou tendo problemas para processá-lo no seu organismo.

Opte por rações mais naturais

 

Segundo alguns estudos, os conservantes e corantes artificiais utilizados na ração podem ser cancerígenos. Eles são os componentes que garantem que o grão não perderá sua crocância original, nem o sabor prometido. Os conservantes mais comuns são BHA e BHT, ambos derivados do petróleo, e permitidos pelos órgãos que fiscalizam a fabricação de ração no país.

Além deles, você deve ficar de olho nos transgênicos, embora não sejam bem claros quais os seus malefícios para a saúde animal. Transgênicos são insumos feitos de plantas modificadas, como o milho e a quinoa, por exemplo. Esta alteração reduz as pestes na agricultura e, por outro lado, pode também ser nociva para a saúde do cãozinho. Para saber se a ração é feita com transgênicos, basta procurar por um “T” amarelo e preto na embalagem. Ao final, quanto menos ingredientes “estranhos” em sua formulação, melhor.

Veja como está a saúde do seu cão antes

 

Este é um ponto de muita importância. Cães podem ter problemas como pele sensível, de coração, obesidade, diabetes, hipertensão, ossos, articulações, renais, hepáticos, dentre muitos outros. Felizmente existem marcas que desenvolveram rações para estes cuidados específicos. É fundamental estar em dia com as idas ao veterinário, exames de sangue e alterações no comportamento animal.

Em caso de dúvidas, é importante conversar com o veterinário de sua confiança antes de escolher uma ração especial.

MARCAS

PURINA

 

A Purina surgiu em 1894, em Mississippi, nos Estados Unidos. Seu primeiro produto foi o “Omolene”, considerada a primeira ração comercial para cavalos e mulas. Em 1926, a empresa começou a fabricar rações para cães, nicho o qual se tornaria, por muitos anos, uma marca predominante. Em 2001, tamanho o sucesso, a empresa foi adquirida pelo grupo suíço Nestlé, se tornando Nestlé Purina PetCare Company, a maior do segmento no mundo.

Atualmente, as linhas Dog Chow, Pro Plan e One são específicas para os cães, com opções livres de corantes, para controle de peso e com as tecnologias Opti Health® (com espirulina, uma microalga natural benéfica para a saúde) e Opti Enrich® (para cães com alta demanda de energia e apetite seletivo).

PEDIGREE

 

A marca Pedigree nasceu em 1934 quando o norte-americano Forrest Mars adquiriu a empresa inglesa de alimentos de estimação Chappel Brothers. Contudo, a marca “Pedigree” só surgiu mesmo em 1957, com a mudança de nome. A Pedigree chegou ao Brasil em 1989 com um slogan que segue bastante lembrando: “Cachorro é tudo de bom”.

De lá para cá, a empresa lançou linhas de sucesso, presentes até hoje, como: Pedigree Equilíbrio Natural, com ingredientes saudáveis; High Performance, para cães que se exercitam mais; Weight Control, especialmente voltada para controle de peso, com calorias reduzidas; Sensitive, uma ração feita de carneiro com menos risco de alergias; e Indoor, para cães que ficam muito em casa, para reduzir a queda de pelos.

PREMIERPET

 

A empresa brasileira PremieRpet foi fundada em 1995, na cidade de Dourado, em São Paulo. A marca se orgulha de ser a pioneira no desenvolvimento de rações Super Premium em território nacional e é hoje um dos nomes mais reconhecidos no segmento. Suas linhas Super Premium são divididas em: Raças específicas; Ambiente internos, para cães que ficam mais tempo em casa; Fórmula, para animais mais ativos; Seleção natural, com proteína de frango Korin e propriedades mais saudáveis; e Nattu, para uma alimentação mais natural e nutritiva.

Além disso, a PremieR conta também com uma linha Premium, a Golden, com as mesmas finalidades das Super Premium, mas com diferentes matérias-primas.

GRANPLUS

 

A GranPlus é uma marca que é endossada pela empresa Affinity, um grupo europeu, líder global, com mais de 50 anos de experiência em nutrição animal de alta qualidade, com presença de vendas em 70 países em todo o mundo. A ração GranPlus não contém corantes, nem aromas artificiais, e a marca afirma que apenas ingredientes nobres foram usados durante o processo de fabricação.

São três linhas divididas para cães filhotes, adultos e seniores: a Menu, com antioxidantes naturais; a Choice, que promete um melhor custo-benefício ante as demais; e a Gourmet, com opções que auxiliam na saúde intestinal, para articulações mais fortes e controle de saciedade.

ROYAL CANIN

 

A Royal Canin foi desenvolvida em 1967, após um cirurgião veterinário Jean Cathary, perceber que faltavam vitaminas e sais minerais na alimentação dos cães, gerando problemas por má nutrição. Ele desenvolveu uma fórmula que ajudava os cães a perderem peso e também ficarem com pelo brilhante. Pouco tempo depois, a França inteira estava buscando seus produtos.

Hoje, a marca conta com mais de 140 alimentos, incluindo específicos por raças, portes, idades, estilos de vida, cuidados especiais e para tratamento de algumas doenças. Dentre as rações, algumas opções são: para raças sensíveis (indicada para cães com paladar exigente) e dermacomfort (acalma e alivia coceiras e auxilia no controle de inflamações de pele e inchaços).

HILLS

 

A história da marca Hills começa quando Buddy, um cão-guia da raça Pastor Alemão, surge com problemas renais, nos anos 30. O veterinário que o atendeu, Mark Morris, acreditava que o problema estava na alimentação e começou a produzir um alimento para cães com falência ou insuficiência renal. Depois disso, ele passou a desenvolver outros alimentos para cães. Em 1976, a Colgate-Palmolive adquiriu a Hills, disponibilizando-a em 86 países.

Hoje, sua linha de cães é dividida em: Prescription Diet, uma linha para condições específicas de saúde como problemas digestivos, renais, urinários, hepáticos, sensibilidades ambientais e controle da glicose; e Science Diet, uma opção mais geral com benefícios como controle de peso, articulação e cuidado bucal.

GUABI

 

A marca Guabi é brasileira até mesmo no significado do seu nome. De origem tupi-guarani, “Guabi” significa “alimento”. A empresa nasceu em 1974, em Orlândia, no interior de São Paulo, para produzir produtos voltados para a nutrição animal. Sua linha de ração para cães é do tipo Super Premium, e é dividida em categorias por idade do animal e porte, com opções com frango, cordeiro, salmão e peru de proteínas.

Uma outra linha é específica de alimentos “Grain Free”, feito sem adição de grãos, como milho e trigo. Como alternativa aos carboidratos, são usados vegetais e frutas ricos em nutrientes.

BIOFRESH

 

A Biofresh é uma marca que pertence ao grupo Hercosul, fundado no Rio Grande do Sul, em 2001, e especializado no segmento de comida para animais domésticos. Suas rações são classificadas como Super Premium e desenvolvidas com ingredientes frescos, sem a adição de transgênicos, aromatizantes, corantes e conservantes artificiais.

Dentre algumas dos produtos à venda, existem rações específicas para cães acima do peso, que prometem reduzir a ansiedade durante o processo de emagrecimento, por conter muita proteína, fibras especiais e camomila; e também para cães castrados, garantindo o controle a fome entre as refeições, importante para cães que passaram por tal procedimento.

BAW WAW

 

A marca brasileira Baw Waw pertence ao Grupo Rações Reis, uma empresa com mais de 1.500 produtos em seu portfólio: rações, petiscos, roupas, brinquedos e mais. A empresa se consagrou em 2017 como uma das mais reconhecidas do segmento no Brasil. Atualmente, suas rações são divididas em: Baw Waw e Baw Waw Natural Pro.

Na primeira linha, a ração é de classificação Premium e tem benefícios para uma dentição saudável, Ômega 3 e 6, prebióticos e extrato de yucca, que melhora a digestão e diminui o odor das fezes. Na Natural Pro, a classificação se torna Premium Especial, com ingredientes naturais e melhor digestibilidade.

FÓRMULA NATURAL

 

A Fórmula Natural é uma marca que faz parte da Adimax Pet, uma empresa de produtos para pets que nasceu em 2002, em Salto de Pirapora, em Sorocaba, São Paulo. Em sua fundação, a empresa contava com menos de 30 funcionários: hoje, além da unidade em São Paulo, a companhia conta com fábricas também em Abreu e Lima (PE), Uberlândia (MG) e Goianápolis (GO) e Centros de Distribuição pelas regiões Sudeste, Nordeste e Norte.

A linha Fórmula Natural Fresh Meat possui o diferencial de utilizar a carne fresca em sua composição, além de cúrcuma (que tem ação anti-inflamatória, antioxidante, imunomoduladora) e também promete fezes com menor volume e menos odor.

 

Fatos interessantes & guia

De olho na ração para cachorros castrados

Ração para cachorro

Ração para cachorro

 

A castração costuma deixar os cachorros mais parados, sedentários, então eles não gastam mais tanto tempo correndo de um lado para o outro atrás da bolinha, uma de suas atividades físicas mais comuns. Por outro lado, os cães continuam se alimentando da mesma forma que antes, logo, é provável que havendo menos gasto de energia e a mesma quantidade de comida ingerida, eles fiquem gordos. Contudo, não se deve diminuir a comida, e sim escolher opções mais saudáveis e com menos carboidratos, menos gorduras e mais fibras.

Logo, o que deve ter na ração para cães castrados? Felizmente, existem rações Super Premium voltadas para esses cãezinhos. Elas costumam ter em sua composição: alto teor de proteínas, que é fonte de energia e ajuda a manter a musculatura, mesmo sem tanta atividade física; baixo teor de gorduras, visando manter o peso do cãozinho; alto teor de fibras, que garante a sensação de saciedade; enriquecimento com L-Carnitina, uma enzima usada para controlar o peso e aumentar na queima de gordura.

 

Alimentação Natural: o que é?

 

A alimentação natural é uma dieta feita com matérias-primas naturais e que praticamente não são processadas. A alimentação natural, também chamada de AN, é preparada em casa e com receitas que abrangem as especificidades individuais de cada cão, sendo passadas por especialistas em nutrição animal.

A grande diferença entre a AN e a ração é que a alimentação natural é uma forma de fazer a comida de forma que o organismo do cão absorva melhor os nutrientes, utilizando ingredientes naturais e dois processos simples: o de cozir e o de congelar.

A alimentação natural é totalmente personalizável e é indicada para todos os cães, sendo montada de acordo com as necessidades individuais de cada animal. Os principais alimentos usados são proteínas (peixe, frango, boi, ovos, porco e vísceras de animais), carboidratos e fibras (arroz integral, lentilha, chuchu, cenoura, abobrinha, chuchu, brócolis, inhame, batata doce) e gorduras (óleo de peixe e de coco).

 

 

Perguntas Frequentes - FAQ

Qual a quantidade de calorias diárias que meu cachorro deve consumir?

A quantidade vai depender da idade e do porte. Uma tabela genérica determina esses valores, mas você deve consultar na embalagem da ração do seu pet. Cães pequenos entre 9 e 10 anos: 100 a 560 calorias por dias; Cães de porte médio entre 7 e 8 anos: até 1.120 calorias/dia Cães de porte grande na mesma faixa etária anterior: entre 1.120 e 1.880; Cães de porte gigante entre 5 e 6 anos: mais de 1.900 calorias.

Como fazer a troca da ração?

A troca de ração deve ser feita de forma gradual, misturando a nova ração com a velha a cada dia por uma semana. No 1º e 2º dia, coloque 75% da ração antiga e 25% da nova. No 3º e 4º dia, a proporção certa é 50%, 50%. Depois, já no 5º e 6º dia, inverta e coloque 75% da nova e o restante da antiga. No 7º dia já é possível disponibilizar apenas a ração nova para o cão.

Qual o melhor pote para ração?

Se o cão tiver o focinho achatado, opte por pote rasos, que diminuem o esforço do cão e a pressão na garganta. Já no caso dos cães de focinho longo, é indicado que se alimentem num potinho fundo, que ajuda no processo.

Posso umedecer a ração para cachorro?

Sim, desde que com água. Basta esquentar um pouco de água e colocar por alguns minutos na vasilha com a ração. Espere esfriar um pouco e sirva para o cachorro. Costuma ser ideal para cães filhotes ou idosos.

Receita de bolo de ração para o aniversário do cão?

Ingredientes: 4 xícaras de chá da ração seca 1 xícara de ração molhada (com água quente) ⅓ de xícara de chá azeite extra virgem Farelo de cenoura (raspas de cenoura bem finas) Forma para ir ao forno Modo de fazer: mexa todos os ingredientes em um recipiente. Depois, coloque para bater em um mixer ou liquidificador até virar uma pasta. Pré-aqueça o forno a 180 graus por 10 minutos e coloque para assar por 35 minutos ou até dourar a parte de cima. Decore com petiscos.

Como armazenar ração para cachorro?

O ideal é preservar a embalagem original, colocando presilhas e fechos para garantir que o local fique fechado. Não colocar em local que o animal possa ter contato, podendo rasgar ou comer direto. Fique sempre atento ao vencimento pela validade e também se a ração está úmida. Caso alguma das opções aconteça, descarte a ração.

Pode deixar a ração disponível o tempo inteiro?

Não é o melhor. Isso porque ela perde algumas propriedades como aroma e textura. Também, pode acabar atraindo insetos. Esses fatores podem deixar a comida menos atrativa para o cão.

O que é uma ração hipoalergênica?

É uma ração voltada para animais que sofrem de alergias. Estas rações são feitas de ingredientes com menos ou nenhum corante e aromatizante artificiais. Não são recomendadas para cães que não sofrem de alergias.

Como dar ração para cachorro filhote?

Como as rações secas são duras, é necessário aguardar até que o filhote esteja com a dentição forte para poder mastigar. Por isso, no primeiro mês, é preciso oferecer a ração úmida. No segundo, semi úmida. Para, no terceiro, a alimentação ser em forma de ração seca.

Pode dar ração de gato para cachorro?

Não, nem o contrário. Cada ração é feita para atender às necessidades nutricionais específicas de cada um deles.

Deixe uma resposta