Suche
Generic filters
Nur genaue Treffer
Suche im Titel
Suche im Inhalt
Suche in Zusammenfassung
Gins im Test auf ExpertenTesten.de
5 Produtos testados
12 Horas investidas
4 Estudos avaliados
1111 Leia as resenhas

Melhores Gins 2021 - Comparativos, Reviews & mais

Com propriedades antioxidantes e baixo índice calórico, o Gin caiu no gosto dos brasileiros e já é uma das bebidas preferidas por quem leva um estilo de vida saudável. No entanto, você já deve ter percebido que nem sempre o produto mais caro é o mais saboroso. Por isso, nossa equipe experimentou diversos produtos e preparou uma classificação para desvendar quais são os melhores gins do mercado que valem a sua degustação!

Maria Luiza
Maria Luiza Veiga

Maria Luiza √© uma jornalista olindense que adora testar; produtos de sa√ļde e beleza, de vida saud√°vel e receitas de drinks s√£o algumas das especialidades. Aos finais de semana, os alvos s√£o os restaurantes no aplicativo de delivery. J√° trabalhou para grandes ve√≠culos de imprensa em Pernambuco, tendo como uma de suas experi√™ncias favoritas escrever sobre gastronomia e beleza para uma coluna social. A pernambucana possui forma√ß√£o adicional em coquetelaria, estuda franc√™s e se dedica a experimentar, avaliar e classificar marcas e produtos como parte do time Experts Testam.

Mais sobre Maria Luiza

Gin Lista com os melhores 2021

Gin Test

Última atualização em:

Filter aktivieren >
Recomendação

O que é o gin?

Gin guia de marcas - review

Gin Henrick’s

O gin (ou gim) √© uma bebida destilada feita de cereais neutros – como cevada, milho, arroz, dentre outros – e que √© infusionada com zimbro, um gr√£o muito usado para fins medicinais e proveniente da √°rvore Juniperus. √Č o processo p√≥s-destila√ß√£o que lhes garante as caracter√≠sticas peculiares de sabor, aroma e textura. Todo gin leva os bagos de zimbro. Contudo, al√©m do zimbro, outras ervas, frutas e at√© flores podem ser infusionadas e acrescentar novas notas, deixando o gin ainda mais interessante e complexo em sabores. No Brasil, o gin pode ser vendido com um teor alco√≥lico entre 35% e 54%. Atualmente, a bebida √© uma das mais populares no segmento de bebidas alco√≥licas no Pa√≠s por sua neutralidade de sabor, ao mesmo tempo que possui notas herb√°ceas e, especialmente, pela praticidade no consumo. O gin pode ser servido em coquet√©is mais complexos e elaborados, bem como apenas com √°gua t√īnica e lim√£o Sua versatilidade √© uma de suas maiores caracter√≠sticas.

 

Quais os tipos de gin disponíveis no mercado?

Historicamente, existem alguns estilos de gin que possuem caracter√≠sticas muito √ļnicas. Os mais conhecidos s√£o: London Dry Gin, que √© o mais popular no mundo, feito com infus√£o de zimbro e outros bot√Ęnicos – ele ser√° o foco nos pr√≥ximos t√≥picos; Old Tom Gin, que lembra o London Dry por√©m leva adi√ß√£o de a√ß√ļcar; Genebra, que surgiu nos Pa√≠ses Baixos e possui colora√ß√£o amarelada por conter caramelo; Plymouth Gin, que tem uma menor adi√ß√£o de zimbro e possui notas amadeiradas; e Sloe Gin, licoroso e de cor vermelha por ter acr√©scimo de frutas vermelhas ao fim da destila√ß√£o.

Existem cinco categorias de gin √† venda no mercado. Quando falamos dos famosos “London Dry Gin”, tipo mais consumido no Brasil e no mundo, ele se enquadra na se√ß√£o de ‚Äúcl√°ssicos‚ÄĚ. Apesar do nome “London” fazer refer√™ncia √† Londres, que √© a sua cidade de origem, o London Dry Gin pode ser produzido em qualquer destilaria do mundo. As categorias s√£o divididas pelos tipos de ingredientes utilizados na fabrica√ß√£o.

Os gins cl√°ssicos: o zimbro √© mais marcante e as notas c√≠tricas e de pic√Ęncia est√£o presentes, embora mais discretas. Os gins herbais s√£o populares por terem notas de ervas. As mais populares s√£o alecrim, manjeric√£o, tomilho, menta; enquanto que os gins da categoria especiados possuem uma maior quantidade de especiarias secas, sendo cardamomo, pimentas, noz-moscada, anis estrelado e canela as mais populares.

Gin guia de marcas - review

Gin T√īnica

Uma outra categoria bastante popular é a dos cítricos, com notas e sabores de frutas cítricas: laranja, limão, bergamota, toranja, dentre outras. Por fim, existem os gins florais, que possuem notas mais doces e aromas de flores. São feitos à base de flores e frutos, como violeta, rosas, jasmim e cassis.

Apesar de serem apenas cinco grandes categorias, existe uma infinidade de produtos dentro de cada uma delas, com marcas diversas. Com isso em mente, a escolha do melhor gin para os seus drinks se torna uma tarefa muito complicada e voc√™ pode acabar escolhendo errado, levando para casa um produto que n√£o √© t√£o bom e pelo pre√ßo do melhor da nossa lista! Nossos especialistas fizeram v√°rios testes e compara√ß√Ķes antes de chegar ao resultado de quais s√£o os melhores gins existentes no mercado.

 

Vantagens e Aplica√ß√Ķes

Um dos motivos do gin ter virado uma febre em terras brasileiras √© por suas vantagens ante outros destilados. O segredo est√° no zimbro que, como falamos, √© o ingrediente base da bebida. O zimbro possui propriedades antioxidantes, ou seja, capazes de proteger as c√©lulas sadias do corpo contra a a√ß√£o dos radicais livres como alimenta√ß√£o, polui√ß√£o, raios solares, dentre outros. O zimbro tamb√©m √© um diur√©tico natural, ajudando no incha√ßo, reten√ß√£o de l√≠quido e na digest√£o de alimentos. Recentemente, vem sendo bastante testado no al√≠vio de inflama√ß√Ķes nas articula√ß√Ķes. Com tantas vantagens, n√£o √© surpresa que essa bebida seja uma das mais consumidas atualmente.

Segundo alguns estudos, o gin tamb√©m √© capaz de acelerar o metabolismo; quando testado em ratos de laborat√≥rio, a bebida foi capaz de aumentar a taxa metab√≥lica dos animais, gerando assim o emagrecimento. O gin √© favorito de muitas pessoas que levam estilos de vida saud√°veis porque possui zero carboidratos, a√ß√ļcares, gordura e colesterol. Com seu baixo √≠ndice cal√≥rico, ele √© bastante usado na prepara√ß√£o de drinks sem tanto peso na consci√™ncia.

Suas aplica√ß√Ķes v√£o desde coquet√©is complexos at√© mesmo puro. N√£o √© t√£o habitual ser consumido de forma isolada, mas √© poss√≠vel. A internet disp√Ķe de diversas receitas para todos os gostos que incluem gin, desde a cl√°ssica gin t√īnica, at√© drinks com frutas frescas, xaropes, especiarias e at√© mesmo com outros destilados como u√≠sque e vodca.

 

Gin guia de marcas - review

Drink Negroni

Os principais pontos positivos do gin s√£o:

  • Sua variedade de categorias engloba todos os paladares;
  • Pode ser consumido puro ou em coquet√©is;
  • F√°cil de combinar com frutas, xaropes e especiarias diversas;
  • N√£o precisa estar resfriado para ser consumido;
  • N√£o tem prazo de validade;
  • Possui baixas calorias e 0 a√ß√ļcares;
  • Tem a√ß√£o antioxidante;
  • Seus pre√ßos s√£o muito variados.

 

O maior guia de compras sobre gin

Sendo o gin uma bebida t√£o vers√°til e com tantos benef√≠cios, n√≥s entendemos o motivo de voc√™ querer comprar uma garrafa o quanto antes para o seu mini bar! Com um mercado repleto de op√ß√Ķes, voc√™ sem d√ļvidas precisa de ajuda para saber qual o melhor gin existente e n√£o fazer a escolha errada. N√≥s testamos diversos tipos e, ap√≥s v√°rias an√°lises e estudos feito com as bebidas, chegamos √† uma classifica√ß√£o dos melhores gins. Os comparativos foram feitos com as melhores op√ß√Ķes do segmento. Com a ajuda do maior guia de compras sobre gin, voc√™ vai saber como escolher e como comprar o gin perfeito para o seu gosto, sem engana√ß√£o!

 

Para começar, estes são os cinco principais pontos negativos que encontramos após a avaliação:

√Ālcool de m√° qualidade = ressaca forte

Apesar do gin ser feito à base de álcool de cereais neutros, a qualidade do álcool utilizado na destilação influencia diretamente na experiência final com a bebida. Quando o corpo metaboliza os componentes, ele produz o produto metabólico primário do etanol na sua rota de conversão a ácido acético, o acetaldeído. Este componente químico é responsável por agredir as mucosas intestinais, causando desidratação e dor de cabeça na ressaca. Por isso é necessário ter atenção antes de escolher seu gin sem uma boa análise e teste de adequação prévias.

 

Rótulos incompletos

Ok, todo gin leva zimbro. Mas nenhum √© feito apenas disso. Analisar a base de ingredientes do gin evita que voc√™ compre um que n√£o vai lhe agradar. Por outro lado, podemos atestar que nem todas as marcas detalham todos os bot√Ęnicos que v√£o na f√≥rmula, ent√£o, cuidado. Voc√™ pode comprar esperando sabores e aromas que n√£o estar√£o dentro da garrafa. Apenas a avalia√ß√£o cuidadosa dos nossos experts foi capaz de fazer a justaposi√ß√£o entre eles. Dessa forma, √© preciso buscar por produtos com maior reconhecimento no mercado ou a opini√£o de especialistas.

 

Instru√ß√Ķes de armazenamento insuficientes

A maioria dos gins n√£o vem com instru√ß√Ķes de armazenamento claras. Para os inexperientes no mundo das bebidas alco√≥licas, a falta dessa informa√ß√£o pode vir com consequ√™ncias desastrosas. Os raios solares t√™m potencial para deteriorar os componentes do gin, se a exposi√ß√£o acontecer a longo prazo. As altas temperaturas do sol fazem com que as mol√©culas do √°lcool cres√ßam, aumentando seu potencial de evapora√ß√£o. Depois de perder o √°lcool, n√£o resta muita coisa √ļtil dentro da garrafa. √Č importante armazenar seu gin ao abrigo do sol e calor, independente de qual seja.

 

Sabor e aroma neutros demais

Certo, n√≥s falamos o tempo inteiro que o gin √© feito √† base de um √°lcool neutro de cereais e que ele pode ser combinado com diversos insumos por sua neutralidade… Contudo, tal neutralidade n√£o significa que o gin n√£o tem sabor algum! Pelo contr√°rio, para ser considerado um bom gin ele precisa sim ter o gosto do zimbro bastante percept√≠vel e de outras notas herb√°ceas. Os ingredientes do coquetel precisam casar com o gin, n√£o sobrepor ele. Com base nos nossos testes, conclu√≠mos que algumas marcas da bebida a destilaram tantas vezes que fizeram com que ela perdesse o sabor caracter√≠stico de um bom gin.

 

Não é uma bebida prática

A cerveja e o vinho j√° est√£o prontos para consumo. O gin, n√£o. Ele precisa pelo menos ser combinado com uma √°gua t√īnica, algum c√≠trico ou energ√©tico para estar em sua vers√£o mais simples. N√£o √© t√£o pr√°tico para as pessoas que querem ter a facilidade de abrir uma embalagem e j√° consumir o que h√° dentro. Por isso, eles n√£o s√£o t√£o populares em eventos mais descontra√≠dos como churrascos.

 

Quais s√£o os 5 pontos mais importantes que os consumidores precisam saber quando v√£o comprar um gin?

Pesquisar os melhores preços

Com infinitas marcas no mercado, existem também diversos fornecedores para o mesmo produto. Alguns têm maior vantagem na precificação do destilado. A dica é pesquisar antes de comprar.

Gin guia de marcas - review

Preparando gin t√īnica

Definir qual a finalidade do consumo

N√£o √© preciso ser t√£o espec√≠fico nesse ponto. Mas j√° pensar em quais drinks vai fazer ou pelo menos nas caracter√≠sticas que espera da bebida vai facilitar o encontro da vers√£o perfeita para voc√™. √Č preciso ter em mente se a finalidade vai ser tomar drinks mais c√≠tricos, mais simples, mais doces.

 

Comprar insumos de qualidade

√Č claro que o gin √© a grande estrela do coquetel. Contudo, ele n√£o pode ser responsabilizado caso seu drink n√£o tenha o resultado esperado. Outros insumos devem ter a mesma qualidade que o seu gin para que eles harmonizem bem dentro da sua ta√ßa.

 

Experimentar os cl√°ssicos da coquetelaria, bem como drinks atuais

Algumas pessoas se apegam aos cl√°ssicos da coquetelaria como o dry martini ou negroni e n√£o d√£o chances √†s releituras ou autorais de bartenders e mixologistas. A internet conta com uma variedade de op√ß√Ķes que devem ser exploradas.

 

Comprar especiarias e frutas desidratadas;

As especiarias podem fazer milagres no gin, especialmente quando preparamos gin t√īnicas ou com ch√°. Canela, pimentas, cravo, flor do hibisco, anis estrelado e cardamomo s√£o algumas das mais populares. Frutas desidratadas podem ser cerejas, abacaxis, ma√ß√£s, morango, kiwis e at√© as c√≠tricas como lim√£o e laranja.

 

MARCAS

BEEFEATER

Desenvolvido por um farmac√™utico londrino em 1863, o gin √© hoje o mais premiado do mercado. O √°lcool do gin Beefeater fica por 12 horas em contato com os bot√Ęnicos antes de destilar, uma caracter√≠stica da marca. Uma curiosidade interessante √© o seu nome: “Beefeater” √© como os guardas da Torre de Londres s√£o denominados. A tradu√ß√£o literal √© “comedores de bife”, pois eles comiam antes do rei para checar se tinha veneno. O cerne da produ√ß√£o √© feito por apenas tr√™s oper√°rios, mesmo com o tamanho que a empresa tem atualmente. Sua tend√™ncia √© de criar novos produtos e seu √ļltimo lan√ßamento foi o Beefeater 24, desenvolvido com a inclus√£o de ch√°s vindos do Jap√£o e da China.

 

TANQUERAY

O primeiro gin Tanqueray nasceu em 1830, na Inglaterra, pelas mãos da família Tanqueray, de origem francesa. Na época, a Tanqueray foi uma das destilarias pioneiras na produção do London Dry, tipo mais seco do destilado. Até hoje, a receita exata é secreta e é guardada a sete chaves; contudo, os sabores e aromas do gin seguem embasados em somente 4 ingredientes: zimbro, coentro, raiz de angélica e alcaçuz. A garrafa de Tanqueray é em homenagem à coqueteleira e é uma das poucas de cor escura, que ajuda a preservar a bebida, por diminuir sua evaporação quando em contato com a luz.

 

PLYMOUTH

O Plymouth Gin √© um dos pilares da cria√ß√£o da bebida na Inglaterra e de alguns cl√°ssicos da coquetelaria que podem ser conferidos no The Savoy Cocktail Book, uma “b√≠blia” dos bartenders. O gin nasceu na destilaria Black Friars, da cidade de Plymouth, que fabrica o produto desde 1793, seguindo a mesm√≠ssima receita at√© os dias atuais. Sua composi√ß√£o n√£o √© segredo e leva apenas sete bot√Ęnicos: zimbro, casca de lim√£o, casca de laranja, cardamomo, ang√©lica doce, raiz de √≥ris e coentro. Ele n√£o √© um London Dry, sendo considerado um gin premium. Seu sabor √© mais terroso e amadeirado.

 

MONKEY 47

Gin guia de marcas - review

Gin Monkey 47

A história desse gin é bastante diferente: Monty Collins, um combatente da força aérea inglesa, esteve na Alemanha para recuperar um zoológico afetado pela Segunda Guerra Mundial e adotou. Vivendo lá e com saudades do gin inglês, ele resolveu fazer o seu próprio e escolheu 47 ingredientes da Floresta Negra, que fica no sudoeste da Alemanha. Assim, surgiu o nome Monkey 47. Ainda hoje, o produto é feito de maneira artesanal e em edição limitada, sendo cada garrafa numerada de forma individual. Por sua complexidade de ingredientes Р47! Рnão precisa de muitos insumos quando consumido, bastando uma rodela de limão.

 

BULLDOG

O Gin Bulldog homenageia uma das figuras mais famosas da Inglaterra: Sir Winston Churchill. Embora seja produzido em uma das destilarias mais tradicionais da Inglaterra e seu s√≠mbolo remonta ao passado, sua cria√ß√£o s√≥ aconteceu h√° poucos anos, em 2007. Ele √© do tipo London Dry e sua base √© feita a partir de quatro destila√ß√Ķes de trigo org√Ęnico ingl√™s com 12 bot√Ęnicos, entre eles os ex√≥ticos olho de drag√£o, da China; a papoila branca, natural da Turquia; e a Lavanda, que vem Fran√ßa. Um ano ap√≥s sua primeira garrafa ser produzida, ele j√° foi premiado e denominado como ‚Äúgin premium‚ÄĚ.

 

HENDRICK’S

Mais um gin que foge da categoria London Dry e, ainda assim, consegue ser um dos favoritos no segmento. O gin Hendrick’s nasceu no Reino Unido mas n√£o √© ingl√™s, √© um gin escoc√™s, datado de 1999. Apesar do sucesso atual, sua produ√ß√£o ainda hoje √© artesanal e feita em lotes pequenos de 500 litros, utilizando dois destiladores diferentes, com modelos de alambique que tornam o produto leve, floral, ao mesmo tempo que tamb√©m fortalecem as notas de zimbro presentes. S√£o 11 bot√Ęnicos na composi√ß√£o, sendo mais reconhecido como o gin “do pepino holand√™s e das pet√°las de rosas da Bulg√°ria”.

 

BOMBAY SAPPHIRE

A empresa de bebidas brit√Ęnica Grand Metropolitan lan√ßou, em 1987, o Bombay Sapphire, um gin destilado tr√™s vezes e cuja receita foi feita em 1791, contando com 10 ingredientes, sendo eles: zimbro, casca de c√°ssia, am√™ndoas espanholas, lim√£o, alca√ßuz, raiz de l√≠rio, ang√©lica, coentro, bagas de cubeba e gr√£os do para√≠so. Os sabores naturais desses ingredientes s√£o retirados atrav√©s da ‚Äúinfus√£o por vapor‚ÄĚ, um diferencial da destilaria ante outras marcas. Seu maior destaque √© ser uma vanguardista de produtos, revolucionando o mercado dos gins. Uma de suas cria√ß√Ķes mais recentes foi o gin super premium ‚ÄúStar of Bombay‚ÄĚ, feito atrav√©s da ‚Äúdestila√ß√£o lenta‚ÄĚ e que leva tangerina e semente de ambrette do Equador.

 

LARIOS

Indo para o Mediterr√Ęneo, o gin Larios √© um London Dry espanhol que nasceu em M√°laga. Ele passa por quatro destila√ß√Ķes, sendo um gin suave. Sua cria√ß√£o aconteceu em 1866, mas apenas em 1932 que ele surgiu com o molde e nome atuais. A base desse gin √© composta de 12 bot√Ęnicos, como zimbro, noz-moscada, raiz de ang√©lica, coentro e diversas frutas c√≠tricas, caracter√≠stica tipicamente espanhola. Sua chegada ao Brasil aconteceu h√° pouqu√≠ssimo tempo, no segundo semestre de 2019, mas ele entrou no mercado brasileiro com muita for√ßa, sendo inclusive um dos nomes-refer√™ncia para o consumidor. O Larios √© o gin mais vendido na Espanha.

 

GORDON’S

Um dos gins mais vendidos no mundo todo, o Gordon’s tem sua origem na Esc√≥cia, em 1769, pelas m√£os do londrino de ascend√™ncia escocesa Alexander Gordon. O Gordon’s foi um dos primeiros gins a ser misturado com t√īnica. A receita da √©poca √© a mesma at√© hoje: ele √© triplamente destilado e leva, al√©m do zimbro, sementes de coentro, raiz de ang√©lica, alca√ßuz, raiz de l√≠rio, laranjas e casca de lim√£o. Por sua tradi√ß√£o, √© especulado que essa marca de gina seja a oficial e preferida da Vossa Majestade, a Rainha Elizabeth II. H√° boatos que todo dia, ainda hoje, ela beba um drink com Gordon‚Äôs e vermouth tinto antes do almo√ßo.

 

BEG Distillery

A Beg Distillery é uma destilaria 100% brasileira que fica em Campinas, em São Paulo. O gin da Beg leva zimbro, semente de coentro, cardamomo, canela e raiz de angélica, como muitas receitas tradicionais, mas engloba ingredientes tropicais locais como folhas de pitangueira e flores de sabugueiro-do-Brasil. Capim-santo, cascas de limão-taiti, mexerica e laranja-lima são responsáveis pelas notas cítricas da bebida. A marca foi desenvolvida por três amigos, em 2015, visando a produção de um gin de qualidade superior, através de um processo artesanal. A marca já leva o selo de melhor gin fabricado no Brasil; mais recentemente, o gin BEG New World Navy se classificou como um dos melhores do mundo.

 

História do Gin

Muitos pensam que o gin surgiu na Inglaterra… Ledo engano.

Na verdade, a primeira forma do gin nasceu na Holanda e o propósito nada tinha a ver com bebida alcoólica. Foi na Holanda do século XVI que o médico Franciscus Sylvius desenvolveu a mistura com álcool que hoje conhecemos como gin.

A versão era comercializada em pequenos frascos nas farmácias. Como dissemos anteriormente, o zimbro possui diversas características que o tornam excelente para o corpo: é bom para o sistema digestivo, é diurético, possui ação anti-inflamatória dentre outros pontos.

Seu primeiro nome foi ‚ÄúGenever‚ÄĚ, que significa ‚ÄúJunipero‚ÄĚ, a √°rvore do zimbro. Foi o ex√©rcito brit√Ęnico que posteriormente viu potencial para outra finalidade e levou a ‚ÄúCoragem Holandesa‚ÄĚ para o Reino Unido. O governo era inicialmente a favor da produ√ß√£o com gr√£os de baixa qualidade que n√£o serviam para a fabrica√ß√£o de cerveja e at√© subiu os impostos das bebidas importadas para que as nacionais ‚Äď como o gin ‚Äď terem mais for√ßa interna.

 

‚ÄúGin Craze‚ÄĚ ou ‚Äúloucura do gin‚ÄĚ

Apesar de parecer, nem tudo foram flores. O gin era muito barato e alcan√ßava as diversas classes sociais da Inglaterra. Foi ent√£o que o alcoolismo se transformou em um s√©rio problema. Foi relatado que as pessoas na √©poca ficaram t√£o loucas por causa do gin ‚Äď √© por isso que o per√≠odo se chama ‚Äúgin craze‚ÄĚ ‚Äď que n√£o ligavam mais para nada, s√≥ queria consumir a bebida; vendiam im√≥veis, mulheres se prostitu√≠am, muitas pessoas mendigavam. O governo voltou atr√°s e colocou taxas e licen√ßas muito altas para a fabrica√ß√£o do produto. Houve um levante popular que proclamava: ‚Äúno gin, no king‚ÄĚ (‚Äúsem gin, sem rei‚ÄĚ). S√≥ depois de muitos anos de luta por parte do governo contra a bebida atrav√©s de taxa√ß√Ķes, alguns ‚Äúgin acts‚ÄĚ (atos contra o gin) e bastante propaganda negativa que os brit√Ęnicos pararam de beber gin e voltaram para a amada cerveja, t√£o popular at√© os dias de hoje.

 

O gin e os xaropes

Uma outra op√ß√£o pr√°tica para amantes do gin √© mistura-lo com xaropes. Xaropes pr√≥prios para drinks podem ser comprados em lojas especializadas ou at√© supermercados. Existe, tamb√©m, a possibilidade de fazer o seu pr√≥prio xarope em casa, somando o insumo (geralmente frutas) ao a√ß√ļcar e √°gua. Uma receita f√°cil √© o xarope de maracuj√°: uma x√≠cara da polpa do maracuj√°, uma x√≠cara de a√ß√ļcar e duas de √°gua. Deixe em fogo baixo at√© ter uma consist√™ncia um pouco mais encorpada, contudo, n√£o pode ficar no ponto de calda. Espere esfriar e guarde em um recipiente. Consumir em at√© 10 dias, desde que refrigerado.

 

FAQ

Melhor receita de gin t√īnica

A receita cl√°ssica de gin t√īnica √© muito f√°cil e deve ser o primeiro passo para a aprecia√ß√£o dessa bebida: 50 ml de gin, 100 ml de √°gua t√īnica e 1 fatia fina de lim√£o siciliano em uma ta√ßa bal√£o cheia de gelo. Pronto!

Qual a taça para beber gin?

Beber em taça não é fator determinante, mas é bem importante a depender do drink. A taça em formato de balão é a mais comum pois, sendo uma bebida bastante aromática, o formato facilita que seu aroma seja desfrutado a cada gole.

Gin deve ficar na geladeira?

Via de regra, não. Todavia, você pode desfrutar de uma nova experiência caso congele seu gin. Uma vez congelado, sua textura vai ficar diferente, um pouco mais espessa, talvez licorosa. Quando for voltada à temperatura normal, o sabor retorna aos poucos também.

Gin é um tipo de vodca?

Não, vodca e gin são destilados diferentes. Embora ambos sejam à base de álcoois neutros, eles possuem particularidades que os distinguem, especialmente no sabor.

Pode tomar gin com energético?

N√£o h√° contraindica√ß√£o ou proibi√ß√£o. Contudo, com tantas op√ß√Ķes f√°ceis de drinks, √© mais recomendado que seja apreciado com outros insumos, especialmente se for um gin da nossa lista, com qualidade garantida.

Pode misturar gin com outras bebidas alcóolicas?

Sim! Embora o gin já tenha uma graduação alcoólica alta, não há nada que impeça. Inclusive, alguns drinks clássicos como o negroni que leva três bases alcoólicas diferentes: o gin, o vermute tinto e o campari.

O gin é envelhecido?

De modo geral, não. Existem gins envelhecidos, embora não sejam tão buscados no mercado. O gin não é produzido para ser maturado.

O que √© o gin ‚Äúrosa‚ÄĚ?

Existem algumas marcas atualmente que estão investindo em gins com notas mais doces, sendo infusionadas muitas vezes em morangos, frutas vermelhas ou até com hibisco.

Dry martini é feito com gin?

Sim, e é um dos mais clássicos coquetéis com a bebida! Uma receita muito usada é de 100 ml de gin, 1 dash de vermute branco seco e 1 azeitona. Um zest de limão-siciliano para perfumar é opcional.

Gin tem calorias?

Sim. O n√ļmero exato depende de cada marca. Mas, a efeito de informa√ß√£o, uma dose de gim tem 30 ml e cerca de 70 calorias, sem contar com o que ir√° junto da bebida (xaropes, t√īnicas, frutas, etc.) no drink.

Deixe uma resposta